T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Copom reduz juros em 0,5 pp

O Comitê de Política Monetária (Copom) anunciou hoje uma redução de 0,5 ponto percentual na taxa Selic, que agora está em 12,75% ao ano. Essa decisão foi divulgada pela instituição nesta quarta-feira (20) e marca a continuação do ciclo de cortes na taxa básica de juros, que teve início na última reunião realizada em agosto.

A última vez em que a taxa Selic esteve neste patamar foi em maio do ano passado, quando o Banco Central estava implementando medidas de aumento dos juros para conter a inflação. A decisão do Copom foi unânime e estava em linha com as expectativas dos analistas entrevistados pelo Investing.com.

Em seu comunicado, o Banco Central enfatizou a importância das metas fiscais, destacando que a execução dessas metas é fundamental para ancorar as expectativas de inflação e, consequentemente, para orientar a política monetária. O Comitê ressaltou a necessidade de cumprir rigorosamente essas metas.

Um economista da Highpar, Maykon Douglas, observou a atenção do Banco Central à questão fiscal e o risco reputacional associado a uma eventual mudança prematura das metas fiscais para 2024.

Por outro lado, o analista de investimentos Rodrigo Cohen ressaltou que o futuro das decisões do Copom dependerá da evolução da inflação, especialmente até o final do ano. Ele mencionou a incerteza no cenário externo, particularmente nos Estados Unidos, onde a inflação ainda não está controlada, e a desaceleração na China. Ele acredita que o Copom manterá as reduções na taxa de juros de forma gradual nas próximas reuniões.

Já Ricardo Jorge, especialista em renda fixa e sócio da Quantzed, acredita que o comunicado do Copom elimina a possibilidade de um corte de 0,75 ponto percentual na taxa Selic. Ele também apontou a incerteza no cenário externo e a preocupação com a resiliência da atividade econômica no Brasil, que poderia gerar pressões inflacionárias. O comunicado do Copom indica que o comitê será cauteloso em relação ao ritmo de redução da taxa de juros.

Fonte: Investing.com

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h