T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Ucrânia: apesar de riscos, exportadores estão mais confiantes com rotas no Mar Negro

Um aumento notável de navios tem se dirigido aos portos da Ucrânia no Mar Negro para carregar grãos, metais e outras mercadorias, apesar das ameaças de ataques e minas explosivas por parte da Rússia. Essa tendência é impulsionada pela crescente confiança dos exportadores em utilizar o corredor humanitário implementado pelos ucranianos, facilitando as exportações. Esse movimento não apenas fortalece a economia ucraniana, centrada na agricultura, mas também restabelece um fornecimento crucial de trigo, milho, cevada, óleo de girassol e outros alimentos para regiões que enfrentam a fome, como partes da África, Oriente Médio e Ásia.

Munro Anderson, chefe de Operações da Vessel Protect, uma empresa que avalia os riscos de guerra no mar e fornece seguros com respaldo da corretora Lloyd’s, observa uma renovada confiança entre operadores comerciais ansiosos para transportar cargas de grãos ucranianos. Ihor Osmachko, diretor-geral do Grupo Agroprosperis, um dos maiores produtores e exportadores agrícolas da Ucrânia, expressa otimismo em relação ao aumento da confiança, destacando que se sente “mais otimista do que há dois meses”.

Desde o início das operações no corredor humanitário da Ucrânia no Mar Negro, em meados de setembro, a principal preocupação tem sido a segurança. O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskyy, relata que os aliados concordaram em fornecer navios para auxiliar na proteção das embarcações comerciais, mas destaca a necessidade de mais sistemas de defesa aérea. Apesar de um ataque com mísseis ao porto de Odessa ter atingido um navio comercial neste mês, seguradoras, corretores e bancos colaboraram com o governo ucraniano para oferecer cobertura aos embarques de grãos no Mar Negro, tranquilizando os transportadores.

Embora o transporte atual seja mais dispendioso e demorado, como observa Kelly Goughary, analista sênior de pesquisa na empresa de dados e análises agrícolas Gro Intelligence, a capacidade de colocar os produtos no mercado é considerada um sucesso diante das expectativas iniciais com o término da iniciativa de grãos.

Até o momento, mais de 5,6 milhões de toneladas de grãos e outros produtos foram exportadas pela Ucrânia através do novo corredor, conforme relata a embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, Bridget Brink. Apesar de ser menos do que o dobro do volume exportado por mês antes da guerra, a Ucrânia almeja exportar pelo menos 6 milhões de toneladas de grãos por mês, segundo o ministro da Agricultura, Mykola Solskyi. Contudo, há desafios a serem superados, já que o país exportou 4,3 milhões de toneladas de grãos em outubro por todas as rotas, de acordo com o ministério da Economia da Ucrânia.

Fonte Associated Press

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h