T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Advogado do Agro Responde se no financiamento rural vale mais a Lei ou que está escrito no contrato

Compartilhe:

No financiamento rural, surge a dúvida sobre o que tem mais peso: o que está escrito no contrato ou o que está estabelecido na lei. A atividade agrícola desempenha um papel crucial na sobrevivência da nação e de todos os cidadãos, o que a torna sujeita a regras especiais definidas pelo Estado, pela Constituição e pelas leis do Brasil.

Nesse contexto, a liberdade das partes envolvidas – como o produtor rural, o banco e a cooperativa – em negociar os termos do financiamento é limitada pelas disposições legais. Por exemplo, se o contrato estipular juros acima de 12% ao ano, o produtor rural, em conjunto com seu advogado especializado em questões agrícolas, pode buscar na justiça a redução dessa taxa de juros. Isso pode ser feito tanto para o pagamento das prestações futuras quanto para reaver os valores já pagos em excesso à instituição bancária.

Portanto, respondendo à pergunta sobre o que tem mais validade, a lei ou o contrato, a resposta é que ambos são relevantes. No entanto, o contrato deve estar em conformidade com os limites estabelecidos pela legislação vigente.

Veja na íntegra o vídeo com o Advogado do Agro:

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h