T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Agricultura mantém previsão de valor bruto da produção em R$ 1,15 tri este ano

O Ministério da Agricultura reiterou sua projeção de que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) deste ano alcançará R$ 1,151 trilhão, representando um aumento de 2,2% em relação a 2022, que registrou R$ 1,126 trilhão. Em comunicado, a pasta informou que o VBP da agricultura para 2023 está estimado em R$ 811,7 bilhões, indicando um aumento de 4,2% em comparação ao ano anterior. Por outro lado, a receita da pecuária é projetada em R$ 339,9 bilhões, refletindo uma queda de 2,1% ano a ano. O ministério atribui esse crescimento ao aumento da produtividade e a uma safra recorde.

Segundo a pasta, o aumento previsto no VBP da agricultura em 2023 será impulsionado principalmente pelo crescimento na produção e/ou nos preços de culturas como soja (+2,9%), cana-de-açúcar (+17,2%), arroz (+17,8%), amendoim (alta real de 17,6%), banana (+15,9%), cacau (+19,5%), laranja (+18,0%), mandioca (+42,4%), tomate (+23,0%) e uva (+14,5%). Os produtos que mais contribuem positivamente para o VBP são soja, milho, cana de açúcar, café e algodão, representando 81,9% do VBP das lavouras. Por outro lado, algodão, batata-inglesa, café e trigo apresentaram desempenho aquém do desejado, devido à redução dos preços desses produtos.

Na pecuária, as contribuições positivas vieram da produção de suínos, leite e ovos, enquanto carne bovina e de frango não registraram bons resultados no ano, de acordo com o ministério. Regionalmente, Mato Grosso, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Goiás lideram a receita agropecuária, respondendo por 59,8% do total.

Para 2024, no entanto, o ministério já antecipa uma redução de 5,3% no Valor Bruto da Produção Agropecuária, estimando um total de R$ 1,091 trilhão. A pasta destaca a incerteza decorrente de condições climáticas, como excesso de chuvas e períodos secos, que podem impactar negativamente as colheitas. Os primeiros prognósticos indicam uma safra menor em comparação a 2023, com algodão, café, feijão, milho, soja e trigo apresentando as maiores quedas.

Fonte Broadcast Agro

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h