T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Arroz em alta forte, oferta grande deixa Feijão calmo

Compartilhe:

O mercado do arroz está fechando uma semana de alta, o que pode começar a preocupar o governo, pois pode inflacionar a cesta básica. O mercado mundial está com o arroz em alta devido à escassez global. A Índia, o maior exportador mundial de arroz, suspendeu a exportação. No Brasil, o mercado gaúcho subiu cinco reais a saca nesta semana e na região de Uruguaiana o arroz é vendido por noventa reais ou mais.

Produtores já estão falando em cem reais por saca de arroz. Mesmo a cem reais, o arroz ainda é mais barato que no mercado internacional. No Tocantins, na região da Lagoa da Confusão e Gurupi, o arroz é vendido por cento e vinte reais e há pouca oferta. O preço do arroz no supermercado deve subir nas próximas semanas, pois os custos de produção também aumentaram.

O feijão carioca fechou o mês de julho fraco e começou agosto da mesma forma. A produção expandiu na terceira safra e muitas pessoas novas entraram na produção de feijão. Isso aumentou muito a oferta de feijão carioca e pressionou o mercado. O preço varia entre duzentos reais para o tipo sete e duzentos e setenta reais para o tipo nove e meio.

Para ter uma operação com margem positiva, o produtor precisaria vender acima de trezentos reais por saca. O feijão preto segue firme, pois há pouca oferta e a safra foi comprometida. O preço varia entre duzentos e vinte e duzentos e setenta reais por saca.

Veja os comentários  de Vlamir Brandalizze sobre o Arroz e Feijão no vídeo abaixo:

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h