T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Artigo – Macron quer urânio e emperrar o Agro

Isso não é novidade pra ninguém, todo mundo sempre soube disso.
A FSP, e toda imprensa brasileira, sempre atacou o agronegócio, e defendeu as “posições climáticas da Europa”.
A imprensa brasileira, vejam só, sempre defendeu a Europa, dando voz as Gretas Thunbergs, os Di Caprios e os Macrons da vida, jogando contra o patrimônio, trabalhando contra o país.
Nas questões ambientais, a imprensa brasileira sempre cuspiu no prato que come, isso pode ser chamado de traição à pátria.
Antes tarde do que nunca, tomara que toda imprensa siga o exemplo da FSP.Mas há mais coisas por trás dessa visita de Macron ao Brasil.
E é sobre energia elétrica.
Mais de 70% da energia elétrica francesa, é gerada em reatores nucleares, e a França planeja a construção de mais 14 reatores, e vai precisar de urânio, e o Brasil tem potencial para estar entre as cinco maiores reservas do mundo.
E fazer negócios com urânio da Rússia, é bem mais difícil que com o Brasil.
Mas a França só quer o urânio, que não agride a natureza, e cujo lixo tóxico não prejudica o meio ambiente, mas o agro brasileiro sim.
É isso mesmo que pensam os Europeus, o agronegócio brasileiro é um criminoso ambiental, e o lixo tóxico das usinas nucleares contribuem para a “pegada de carbono”, e ajuda o meio ambiente.
O Brasil tem o agronegócio mais competitivo do mundo, e tem potencial para estar entre as cinco maiores do mundo em fornecimento de urânio, portanto, é o Brasil que tem as vantagens na mesa de negociação, e deveria, como todo bom negociador, se aproveitar disso, mas não é o que acontece, pois não temos um governo com capacidade para defender os interesses da nação.
Temos um governo submisso, e que teve a coragem de dizer que quer dividir as riquezas da amazônia com o mundo.
Meu DEUS, quanta imbecilidade.
Tomara que essa opinião da FSP seja seguida por toda imprensa, que durante décadas, defendeu os interesses estrangeiros, e prejudicou o Brasil.
Com governos e uma imprensa submissos, o Brasil se ofereceu para ser refém da Europa, que agradece, aproveita, e ainda reclama que não está bom.
O Brasil deve ser o país com mais inimigos internos e nativos do mundo.
Isso é humilhante.

João Batista Olivi

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h