T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Chuvas do final de semana nos EUA, apesar de insuficientes, pressionam soja em Chicago nesta 2ª

Compartilhe:

(NOTÍCIAS AGRÍCOLAS) – O mercado da soja na Bolsa de Chicago começa a semana com baixas intensas nesta segunda-feira (31). Por volta de 6h30 (horário de Brasília), as baixas entre os contratos mais negociados cediam de 14,50 a 24,25 pontos, levando o agosto a US$ 14,72 e o novembro – referência para a safra americana – a US$ 13,58 por bushel. A soja acompanha os futuros dos derivados, milho e trigo que perdem mais de 2% na manhã de hoje.

Além das perdas nos mercados vizinhos, a soja sente ainda a pressão das condições climáticas no Meio-Oeste americana, com chuvas tendo sido registradas no final de semana, como explica o diretor geral do Grupo Labhoro, Ginaldo Sousa.

“As chuvas do final de semana, embora tenham coberto parcial ou totalmente os estados do leste do Corn Belt – leste de Iowa, Missouri, Wisconsin, Michigan e parte de Nebraska – mesmo assim, foram insuficientes  para recuperação do déficit Hídrico que ainda existe em todo o Meio Oeste. Os índices de julho, sem dúvidas, foram melhores do que junho e maio, entretanto, não foram suficientes para cobrir o déficit que ainda se registra em todo o Corn Belt, onde alguns estados mostram claramente a necessidade de chuvas com certa urgência”, diz.

Para os próximos dias e semanas, as previsões seguem apontando para chuvas, porém, ainda com volumes abaixo da média e, assim, abaixo ainda das necessidades das plantas neste momento, que é um momento crítico para o desenvolvimento da safra americana.

“As previsões climáticas para os próximos sete dias por ambos os modelos – GFS e Europeu – são similares e apresentam clima seco com chuvas muito abaixo do normal.  Apesar do NOAA  mostrar chuvas normais para os últimos 20 dias de agosto, queremos lembrar que essas previsões não podem falhar, como  aconteceu em Maio, Junho e Julho, sob pena de termos sérios problemas de produtividade e consequentemente forte redução do total da safra americana, com elevação dos preços em CBOT”, complementa o diretor da Labhoro.

E apesar de tudo isso, o executivo afirma ainda que as expectativas da consultoria são de uma nova redução no índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições de 1 a 3 pontos percentuais.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h