T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

CPI do 8 de janeiro aprova convocações de G. Dias, ex-diretor da Abin e coronel Lawand

Compartilhe:
Sessão da CPI Mista dos atos de 8 de janeiro Foto: TV Senado

Parlamentares aprovaram requerimentos antes do primeiro depoimento tomado na comissão, nesta terça-feira (20). Convocações de aliados do governo receberam aval após acordo.

(G1) – A CPI Mista do 8 de janeiro aprovou, nesta terça-feira (20), a convocação do ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Marco Edson Gonçalves Dias, e do ex-diretor-adjunto da Agência Brasília de Inteligência (Abin), Saulo Moura da Cunha.

Os parlamentares também aprovaram a convocação do coronel Jean Lawand Júnior. Na semana passada, foram divulgadas conversas em tom golpista entre ele e o ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro, Mauro Cid.

A aprovação se deu após acordo entre base do governo e oposição. Na semana passada, o líder do governo no Congresso, Randolfe Rodrigues (sem partido), conseguiu rejeitar, em uma votação em bloco, todos os requerimentos que pretendiam convocar G. Dias e Saulo Moura da Cunha.

“Eu, junto com a relatora, combinamos com a aprovação em entendimento, por acordo, do requerimento de convocação do G.Dias e do Saulo Moura. E, também por acordo, para colocar um item extra pauta, para convocação do Jean Lawand Júnior”, afirmou o presidente da comissão, Arthur Maia (União-BA).

A base do governo entendia que esses nomes deveriam ser ouvidos, mas em um segundo momento. G. Dias foi filmado interagindo com invasores no Palácio do Planalto, no dia dos atos. Já a Abin fez relatórios de inteligência sobre os ataques.

Para o presidente da comissão, Arthur Maia (União-BA), a rejeição dos requerimentos na semana passada foi “constrangedora” e “inaceitável”.

“Foi constrangedor ver a maioria do colegiado da CPMI do 8 de janeiro rejeitar requerimentos de convocação de personagens centrais nessa investigação, como é o caso do G. Dias, ex-GSI, do Saulo Moura da Cunha, ex-Abin, e do ministro da Justiça, Flávio Dino”, disse Maia.

Também foram aprovado requerimentos que pedem acesso a inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal para apurar os crimes cometidos nos atos do 8 de janeiro contra os três poderes.

“Eu, junto com a relatora, combinamos com a aprovação em entendimento, por acordo, do requerimento de convocação do G.Dias e do Saulo Moura. E, também por acordo, para colocar um item extra pauta, para convocação do Jean Lawand Júnior”, afirmou o presidente da comissão, Arthur Maia (União-BA).

A base do governo entendia que esses nomes deveriam ser ouvidos, mas em um segundo momento. G. Dias foi filmado interagindo com invasores no Palácio do Planalto, no dia dos atos. Já a Abin fez relatórios de inteligência sobre os ataques.

Para o presidente da comissão, Arthur Maia (União-BA), a rejeição dos requerimentos na semana passada foi “constrangedora” e “inaceitável”.

Foi constrangedor ver a maioria do colegiado da CPMI do 8 de janeiro rejeitar requerimentos de convocação de personagens centrais nessa investigação, como é o caso do G. Dias, ex-GSI, do Saulo Moura da Cunha, ex-Abin, e do ministro da Justiça, Flávio Dino

“Foi constrangedor ver a maioria do colegiado da CPMI do 8 de janeiro rejeitar requerimentos de convocação de personagens centrais nessa investigação, como é o caso do G. Dias, ex-GSI, do Saulo Moura da Cunha, ex-Abin, e do ministro da Justiça, Flávio Dino”, disse Maia.

Também foram aprovado requerimentos que pedem acesso a inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal para apurar os crimes cometidos nos atos de 8 de janeiro contra os três poderes.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h