T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

EDITORIAL – Sem lideranças

Compartilhe:

A tragédia no Rio Grande do Sul completará um mês amanhã.
E até agora nenhum plano foi apresentado pelos governos estadual e federal para, pelo menos, transmitir um pouco de esperanças para a população gaúcha.
Criaram um ministério/secretaria para reconstrução do estado gaúcho, mas informações dão conta que o ministro/secretário incumbido da tarefa pediu “demissão”, alegando que “não sabemos nem por onde se mexer”…
O ministério das cidades, que teoricamente deveria estar presente em situações como esta do RS, curiosamente está desaparecido, mas não nas enchentes…, se perguntarmos quem é o ministro das cidades acho que ninguém sabe sequer o nome do dito cujo.
Aliás, o governo atual criou mais de uma dúzia de ministérios, que até agora não disseram a que vieram.
O poder judiciário, que consome mais verba que a pasta da defesa, continua preocupado com as fake news, e também, é claro, muitíssimos preocupados com as fake news, e nunca perdem uma oportunidade, mesmo em meio a tragédia gaúcha, de se mostrarem extremamente preocupados com as… as fake news.
Virou obsessão, quase uma patologia.
As Forças Armadas, especialmente o exército, que até dias atrás era respeitado e admirado, atualmente, nem em logística, que deveriam ser especialistas, não apresentam nada.
Absolutamente nada.
A classe artística, aquela que, com unhas e dentes apoiou o retorno da “democracia” também sumiu. Figuras de proa do entretenimento, parecem estar muitíssimo preocupadas com a lei rouanet, haja vista shows cancelados Brasil afora por falta de público.
A imprensa, bem, parece preocupadíssima em aprovar um projeto de lei que os favoreça, por isso apoia incondicionalmente o governo, e tenta mostrar algo, além é claro, do mega evento para maiores de idade no Rio de Janeiro recentemente, quando a tragédia gaúcha já tinha sido inaugurada.
A única proposta veio do legislativo, e partiu de um senador da “extrema direita”, que propôs usar metade da verba destinada a campanha política na reconstrução do estado gaúcho.
Pois é, proposta de um senador da extrema direita, um facista, negacionista, segundo a esquerda dona da verdade, que, na verdade, nada faz.
Em meio ao caos, a verdade é que a própria população do RS, está trabalhando sozinha para a recuperação do estado…, vira e mexe surgem notícias de reconstrução de pontes, e recuperação de rodovias por cidadãos comuns e empresários, substituindo o estado que deveria fazê-lo, mas não faz.
O que estamos vendo no Brasil hoje é uma completa falta de humanidade das supostas lideranças políticas, da elite, e dos famosos intelectuais de prancheta, que ao invés de ajudarem a salvar vidas, como diziam a torto e a direito durante a pandemia, estão usando a tragédia gaúcha para discursos vazios, para variar.
É com muita tristeza, com lágrima nos olhos que estamos acompanhando o sofrimento dos nossos irmãos gaúchos, e é com mais tristeza ainda, com certa revolta até, que constatamos que não temos lideranças capazes demonstrar sequer empatia com o grande Rio Grande do Sul.
O Brasil hoje, é uma nau à deriva nos campos humanitários e econômico.
Sem comandante, sem capitão.
Sem lideranças e sem rumo.

T&D

Compartilhe:

Uma resposta

  1. Estamos fu**dos.
    Nas mãos de ladrões e corruptos.
    Eles promoveram essa catástrofe com intenções bem claras.
    Vivemos num mundo demoníaco.
    Deus nos ajude.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h