T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Ibovespa sobe com suporte de commodities; Exportações de soja, açúcar e café do Brasil avançam

Compartilhe:

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa fechou em alta pelo terceiro pregão seguido nesta segunda-feira, endossado pelo avanço de commodities no exterior, como o minério de ferro e o petróleo, o que ajudou papéis como Vale e Petrobras.

A Braskem mais uma vez apareceu como destaque positivo por expectativas relacionadas à venda do controle da petroquímica, enquanto Eletrobras figurou entre as maiores quedas em meio a ruídos envolvendo a sua privatização.

A temporada de resultados destacou os balanços de Itaú Unibanco e BTG Pactual, divulgados antes da abertura, enquanto o final do dia reserva Natura&Co, TIM, Totvs, entre outros.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 0,85%, a 106.042,15 pontos. Na máxima da sessão, chegou a 106.715,75 pontos. O volume financeiro somou 25,3 bilhões de reais.

Na cena doméstica, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou nesta segunda-feira que seu secretário-executivo, Gabriel Galípolo, será indicado para a diretoria de Política Monetária do Banco Central (BC).

Em meio a críticas reiteradas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à política de juros do BC, o mercado acompanha de perto as indicações às diretorias da autarquia para avaliar se os nomes do novo governo poderão representar algum tipo de ruptura ou de oposição às visões do atual presidente do BC.

O Goldman Sachs destacou em relatório a clientes que, dado o papel político sênior no atual governo, Galípolo é visto como um potencial substituto de Roberto Campos Neto, quando seu mandato à frente do BC terminar no final de 2024.

“Vemos espaço para um aumento potencial no ruído de comunicação no curto prazo. Não nos surpreenderíamos ao começar a ver decisões divididas do Copom e visões diametralmente opostas dentro do Copom sobre qual deveria ser a postura política adequada”, afirmou.

Em Wall Street, os principais índices acionários terminaram com variações modestas, em meio a resultados corporativos aquém das expectativas, como da Tyson Foods, e expectativas para um importante dado de inflação nesta semana.

DESTAQUES

– BRASKEM PNA saltou 6,48%, 25,3 reais, renovando máximas do ano, após a Novonor comunicar que recebeu uma proposta, não vinculante, envolvendo a participação de controle que detém na petroquímica, mas sem identificar os grupos responsáveis pela oferta recebida. Na sexta-feira, as ações da Braskem chegaram a disparar mais de 40%, após notícias de que a petrolífera Adnoc, dos Emirados Árabes Unidos, estaria se unindo à gestora Apollo para fazer uma oferta pela empresa brasileira. A Novonor tem 50,1% do capital votante da Braskem e a Petrobras outros 47%.

– CARREFOUR BRASIL ON e ASSAÍ ON subiram 7,26%, a 9,46 reais, e 6,57%, a 11,19 reais, respectivamente, em dia de recuperação, após uma semana negativa na esteira de seus resultados do primeiro trimestre e perspectivas ainda desfavoráveis para o setor. Na semana passada, Carrefour caiu quase 18%, pior desempenho semanal desde que abriu capital na B3 em 2017. Assaí perdeu 14,6%, também a maior queda percentual em uma semana desde que estreou na bolsa em 2021. GPA ON fechou o dia em alta de 6,45%.

– BRF ON valorizou-se 7,01%, a 7,02 reais, em dia misto no setor de proteínas, que teve como destaque negativo JBS ON, que recuou 2,63%, enquanto MARFRIG ON cedeu 0,59% e MINERVA ON subiu 2,16%. O frigorífico norte-americano Tyson Foods anunciou prejuízo surpreendente no seu segundo trimestre fiscal e cortou a previsão de receita para o ano inteiro nesta segunda-feira, uma vez que os preços das carnes bovina e suína caíram. JBS e Minerva divulgam seus desempenhos trimestrais nesta semana.

– ITAÚ UNIBANCO PN avançou 1,39%, a 26,35 reais, após reportar nesta segunda-feira alta de 14,6% no lucro líquido recorrente de primeiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, para 8,435 bilhões de reais, em linha com as expectativas do mercado. O resultado foi marcado por controle de custos e inadimplência estável na comparação com o final do ano passado. O maior banco do país espera “certa manutenção nos próximos trimestres” da inadimplência de 90 dias de pessoa física e, em pessoa jurídica, “normalização gradual” na inadimplência ao longo dos próximos trimestres. BRADESCO PN ganhou 3,72%.

– BTG PACTUAL UNIT encerrou com acréscimo de 1,13%, a 24,14 reais, tendo como pano de fundo a divulgação de lucro líquido ajustado de 2,26 bilhões de reais para o primeiro trimestre, em linha com as expectativas do mercado, com receitas totais avançando dois dígitos em uma base anual. O resultado representa um aumento de 10% em relação ao mesmo período do ano anterior.

– PETROBRAS PN subiu 2,13%, a 24,51 reais, em sessão de alta dos preços do petróleo no exterior, com o Brent terminando a sessão com acréscimo de 2,3%. A companhia também recebeu autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para retomar a produção de mais nove instalações no Polo Bahia Terra, e colocou em operação a plataforma Anna Nery na Bacia de Campos. Além disso, a Equinor informou que decidiu com seus parceiros Repsol Sinopec e Petrobras investir cerca de 9 bilhões de dólares para desenvolver a descoberta de gás e condensado BM-C-33 no Brasil.

– ELETROBRAS ON caiu 1,71%, 33,38 reais. Na última sexta-feira, a Advocacia-Geral da União (AGU) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) em ação direta de inconstitucionalidade que conceda à União um poder de voto na elétrica proporcional à sua participação na companhia. A ação também foi subscrita pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo comunicado da AGU. No sábado, Lula indicou que deve questionar novos pontos da privatização da Eletrobras. A empresa disse nesta segunda-feira que avaliará medidas para garantir “ambiente confiável”.

– VALE ON avançou 1,35%, a 69,97 reais, uma vez que os contratos futuros de minério de ferro mostraram forte recuperação nesta segunda-feira, com o índice de referência de Cingapura subindo acima de 100 dólares a tonelada impulsionado pelas esperanças de melhora na demanda por aço na China.

– INTER&CO, que é negociada em Nova York, valorizou-se 6,82%, a 1,88 dólares, após divulgar lucro líquido de 24,2 milhões de reais no primeiro trimestre, revertendo prejuízo de 28,8 milhões de reais sofrido no mesmo período do ano passado. Na B3, o BDR saltou 9,64%.

– SLC AGRÍCOLA ON recuou 6,80%, a 39,49 reais. Analistas do Bank of America cortaram a recomendação das ações para “underperform” ante “neutra” e reduziram o preço-alvo de 56 reais para 41 reais.

Exportações de soja, açúcar e café do Brasil avançam na 1ª semana de maio

SÃO PAULO (Reuters) – A exportação de soja do Brasil teve uma média diária de 682,5 mil toneladas na primeira semana de maio, alta de 41% na comparação com o total registrado ao dia no mesmo mês completo do ano passado, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados nesta segunda-feira.

Os dados preliminares da Secex também apontam forte avanço nos embarques de café e açúcar no início de maio, assim como de minério de ferro e petróleo.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h