T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Lula recusa convite de Putin para ir à Rússia, após drible de Zelensky (Diário do Poder)

Compartilhe:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recusou, nesta sexta-feira (26), ao convite feito pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, para receber o brasileiro em seu país, durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, marcado para julho. A recusa foi comunicada em conversa por telefone, entre os presidentes.

A negativa de Lula acontece dias após o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, driblar a tentativa frustrada do petista de iniciar uma negociação de um acordo de paz para a guerra causada pela invasão russa ao território ucraniano, em fevereiro de 2022.

Zelensky “deu bolo” em Lula durante a cúpula do G7, no último fim de semana, no Japão, sob alegação de “dificuldade de conciliação de agendas”, mesmo estando a 200 metros de Lula. E ironizou o “desencontro”, afirmando que o brasileiro deveria ter ficado desapontado, por não tratarem sobre a invasão russa à Ucrânia. Uma referência clara às reiteradas declarações de Lula sobre a suposta necessidade de o presidente ucraniano abrir mão de reagir à violenta invasão ao seu país, para buscar conciliação e negociação de paz com Putin, que segue matando no país invadido.

Ao negar o convite de Putin, o presidente brasileiro reafirma estar disposto a negociar a paz entre a Rússia e a Ucrânia.

“Conversei agora por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin. Agradeci a um convite para ir ao Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo, e respondi que não posso ir a Rússia nesse momento, mas reiterei a disposição do Brasil, junto com a Índia, Indonésia e China, de conversar com ambos os lados do conflito em busca da paz”, escreveu Lula, pelo Twittter.

No Japão, diante da presença de Zelensky, Lula afirmou que o Brasil se alinha à Carta das Nações Unidas, ao repudiar veementemente o uso da força como meio de resolver disputas. “Condenamos a violação da integridade territorial da Ucrânia. Ao mesmo tempo, a cada dia em que os combates prosseguem, aumentam o sofrimento humano, a perda de vidas e a destruição de lares. Tenho repetido quase à exaustão que é preciso falar da paz”, declarou Lula, na cúpula do G7.

O Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo acontece entre os dias 14 e 17 de julho, neste ano.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h