T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Milho se apoia em Chicago e fecha 3ªfeira subindo até 3,7% na B3

Compartilhe:

A terça-feira (23) chega ao final com os preços futuros do milho registrando movimentações positivas na Bolsa Brasileira (B3) após abrir o dia em baixa e ganhar força na parte da tarde. As principais cotações flutuaram na faixa entre R$ 56,01 e R$ 63,76.

O vencimento julho/23 foi cotado à R$ 56,01 com ganho de 2,51%, o setembro/23 valia R$ 59,10 com elevação de 3,59%, o novembro/23 era negociado por R$ 61,70 com valorização de 3,70% e o janeiro/24 teve valor de R$ 63,76 com alta de 2,79%.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, o milho na B3 recebeu suporte das altas registradas na Bolsa de Chicago, que tiveram influências positivas do trigo, menos embarcado do que o esperado no Mar Negro e com problemas na safra dos Estados Unidos.

Nas contas de Brandalizze, a saca de milho nos portos brasileiros hoje varia de R$ 60,00 a R$ 64,00 de agosto a dezembro, mantendo as posições porque há demanda externa pelo milho brasileiro.

No mercado físico brasileiro, os preços da saca de milho registraram altos e baixos neste segundo dia da semana. O levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas identificou valorizações nas praças de Ubiratã/PR, Londrina/PR, Marechal Cândido Rondon/PR, Pato Branco/PR e Eldorado/MS. Já as desvalorizações apareceram em Não-Me-Toque/RS, Tangará da Serra/MT, Campo Novo do Parecis/MT, Sorriso/MT, Brasília/DF, São Gabriel do Oeste/MS e Luís Eduardo Magalhães/BA.

Confira como ficaram todas as cotações nesta terça-feira

De acordo com a análise diária da Agrifatto Consultoria, “com as negociações ocorrendo de maneira pontual e expectativa de safra recorde, o milho segue sendo pressionado no mercado físico brasileiro, sendo vendido na média de R$ 56,00/sc em Campinas/SP”.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro encerraram a terça-feira com movimentações no campo positivo da Bolsa de Chicago (CBOT) após terem força altista ao longo de todo o pregão.

O vencimento julho/23 foi cotado à US$ 5,77 com ganho de 6,50 pontos, o setembro/23 valeu US$ 5,12 com elevação de 7,25 pontos, o dezembro/23 foi negociado por US$ 5,16 com valorização de 7,75 pontos e o março/24 teve valor de US$ 5,26 com ganho de 7,75 pontos.

Esses índices representaram elevações, com relação ao fechamento da última segunda-feira (22), de 1,05% para o julho/23, de 1,59% para o setembro/23, de 1,38% para o dezembro/23 e de 1,54% para o março/24.

Em informação repercutida pelo site internacional Successful Farming, Arlan Suderman, economista-chefe de commodities da StoneX, disse que os futuros de milho em Chicago foram apoiados nesta terça-feira pelas movimentações de alta registradas nas cotações do trigo.

O Grain Market Insider disse que o trigo está em alta hoje devido às tensões entre a Rússia e a Ucrânia que podem atrapalhar ainda mais o comércio e as más condições da safra do Kansas.

“O maior porto da Ucrânia, Pivdennyi, não tem recebido navios porque a Rússia não tem permitido, apesar da extensão do acordo. Ainda não se sabe o porquê, mas está atrapalhando as exportações”, relatou o Grain Market Inside, de acordo com a publicação.

Clique AQUI, entre no grupo do WhatsApp do Notícias Agrícolas e receba em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:  Guilherme Dorigatti;  Fonte: Notícias Agrícolas
Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h