T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Nova onda de calor fará temperaturas superarem 40°C

Hoje, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta amarelo de onda de calor que está previsto para atingir a região central do Brasil nos próximos dias. Esta seria a segunda onda de calor do ano, seguindo o período de temperaturas recordes que estabeleceram setembro como o mês mais quente na história do país.

O Inmet explica que o alerta amarelo para onda de calor é emitido quando as previsões indicam que as temperaturas máximas estarão 5ºC acima da média por um período de dois a três dias consecutivos.

De acordo com o meteorologista Vinicius Lucyrio, da Climatempo, esta onda de calor promete ser histórica, com potencial para bater recordes mensais em novembro em cidades como Palmas, Goiânia, Brasília, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Cuiabá e Campo Grande.

“Estamos enfrentando uma onda de calor histórica, em um momento em que geralmente esperamos que a umidade se espalhe pelo país, trazendo chuvas extensas e volumosas, com radiação solar mais intensa e dias mais longos”, disse Lucyrio em entrevista ao site da Climatempo. “Existe a possibilidade de que esta onda de calor seja mais intensa do que a de setembro, em termos de duração e extensão.” Embora outras regiões ainda não estejam experimentando a onda de calor, o Inmet relata que as temperaturas estão acima da média, com máximas superiores a 30°C em grande parte do país. No Tocantins e no interior do Nordeste, foram registradas temperaturas superiores a 40°C.

Em São Paulo, o instituto registrou temperaturas próximas de 40°C em municípios do oeste do estado, como Dracena (38,2°C), Presidente Prudente e Valparaíso (37,5°C) e Ourinhos (36,2°C).

Na capital, a temperatura máxima foi registrada na estação do Mirante de Santana, atingindo 33,5°C, apesar de os termômetros de rua indicarem 38°C em diversas regiões da cidade.

Conforme as previsões do instituto, é esperado que o calor intenso persista pelo menos até meados da próxima semana, com a onda de calor se espalhando principalmente pela região central do país.

“Estamos monitorando diariamente os fatores meteorológicos e a intensidade do alerta, que é amarelo, pode ser ajustada nos próximos dias”, afirma o meteorologista do Inmet, Olivio Bahia. “O calor pode e provavelmente vai se intensificar, já que as previsões indicam que ele continuará até, pelo menos, quarta-feira.”

Fonte Folha de São Paulo

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h