T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Paraná decreta estado de emergência zoossanitária após casos de gripe aviária

Compartilhe:

(FOLHA) – O governo do Paraná decretou estado de emergência zoossanitária no estado por 180 dias nesta terça-feira (25) após a detecção de casos de gripe aviária (H5N1) em aves silvestres.

A medida, que teve aprovação do Conesa (Conselho Estadual de Sanidade Agropecuária), alinha-se ao decreto do Ministério da Agricultura e Pecuária de maio.

O estado detectou até o momento sete casos da doença, apenas em aves silvestres migratórias. Segundo a Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná), todos os focos já foram declarados encerrados pelo ministério.

O órgão adotou essa medida em maio e orientou para que decretos semelhantes fossem assinados pelos estados para garantir agilidade nos processos, disponibilidade de recursos e segurança para importadores e consumidores, segundo a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná.

“É importante deixar claro que essa é uma medida protetiva. Com esse decreto podemos agir de maneira muito mais rápida, livrando-nos de algumas barreiras burocráticas caso se detecte a gripe aviária”, disse o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, em nota.

Em junho, o governo federal anunciou crédito extraordinário de R$ 200 milhões ao Mapa (Ministério da Agricultura e Pecuária) para combater a gripe aviária no país.

O Brasil detectou pela primeira vez a doença entre aves silvestres em 15 de maio e, desde então, registrou dezenas de surtos semelhantes.

SAIBA MAIS

Influenza Aviária

  • O que é?

    A influenza aviária é uma doença viral altamente contagiosa que afeta várias espécies de aves domésticas e silvestres e, ocasionalmente, mamíferos

  • Como é transmitida?

    A exposição direta a aves silvestres infectadas é o principal fator de transmissão da doença. Estas aves atuam como hospedeiro natural e reservatório dos vírus da influenza desempenhando um papel importante na evolução, manutenção e disseminação desses vírus. Mercados e feiras de vendas de aves vivas podem facilitar o contato próximo entre diferentes espécies de aves e outros animais, assim como com o homem

  • Como evitar?

    A influenza aviária não é uma doença transmitida pela carne de aves e nem pelo consumo de ovos. Caso identifique aves doentes ou alta mortalidade de aves silvestres ou domésticas, não toque nas aves, informe imediatamente à Unidade Veterinária Local mais próxima

  • O que as autoridades recomendam?

    O avicultor deve preservar estruturas de proteção dos aviários, incubatórios, fontes de água e fábricas de ração para evitar contato com aves silvestres e outros animais

    Fonte: Mapa

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h