T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Procura

Ucrânia diz ter abatido série de mísseis hipersônicos russos pela primeira vez

Compartilhe:

KIEV (Reuters) – A Ucrânia disse nesta terça-feira que derrubou seis mísseis hipersônicos russos Kinzhal em uma única noite, frustrando uma arma poderosa que Moscou havia anteriormente considerado quase impossível de deter.

Foi a primeira vez que a Ucrânia alegou ter atingido uma série inteira de múltiplos mísseis hipersônicos e, se confirmado, seria uma demonstração da eficácia das defesas aéreas ocidentais recém-implantadas.

As sirenes de ataque aéreo soaram em quase toda a Ucrânia no início desta terça-feira e foram ouvidas sobre Kiev e sua região por mais de três horas.

“A missão do inimigo é semear pânico e criar caos. No entanto, na zona operacional norte (incluindo Kiev), tudo está sob controle total”, disse o general Serhiy Naev, comandante das forças conjuntas das Forças Armadas.

Os seis Kinzhals, mísseis balísticos que viajam até 10 vezes a velocidade do som, estavam entre uma série de 18 mísseis que a Rússia disparou contra a Ucrânia durante a noite, iluminando Kiev com flashes e uma chuva de detritos depois de serem atingidos no céu.

O Ministério da Defesa da Rússia disse que destruiu um sistema de defesa de mísseis Patriot construído nos Estados Unidos com um míssil Kinzhal, informou a agência de notícias militar Zvezda.

Mas o comandante-em-chefe das Forças Armadas da Ucrânia, Valeriy Zaluzhnyi, disse que todos foram interceptados com sucesso.

Autoridades municipais na capital ucraniana disseram que três pessoas ficaram feridas por destroços.

“Foi excepcional em sua densidade – o número máximo de mísseis de ataque no menor período de tempo”, afirmou Serhiy Popko, chefe da administração militar da cidade de Kiev, no Telegram.

Segundo a agência Zvezda, o ministério russo disse que os ataques foram direcionados a unidades de combate ucranianas e locais de armazenamento de munição.

Zaluzhnyi declarou que suas forças interceptaram os seis Kinzhals lançados de aeronaves, bem como nove mísseis de cruzeiro Kalibr a partir de navios no Mar Negro e três Iskanders disparados em terra.

No início deste mês, a Ucrânia alegou ter derrubado um único míssil Kinzhal sobre Kiev pela primeira vez usando um sistema de defesa aérea Patriot norte-americano recém-implantado.

O míssil Kinzhal, cujo nome significa punhal, pode transportar ogivas convencionais ou nucleares por até 2.000 km. A Rússia usou a arma em uma guerra pela primeira vez na Ucrânia no ano passado e só reconheceu disparar os mísseis em algumas ocasiões.

O presidente russo, Vladimir Putin, tem frequentemente elogiado o Kinzhal como prova da liderança russa em equipamentos militares, capaz de enfrentar a Otan.

Com as forças ucranianas se preparando para uma ofensiva pela primeira vez em seis meses, a Rússia está lançando ataques aéreos de longo alcance com a maior frequência desde o início da guerra.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h