T&D – Tempo e Dinheiro

Procura

Entrar

Ucrânia está 99,9% certa de que Rússia deixará acordo de grãos do Mar Negro em julho, diz enviado

Graneleiro no Mar Negro Foto: Reuters

(Reuters) – A Rússia está 99,9% certa de que desistirá de um acordo mediado pela ONU sobre a passagem segura de grãos do Mar Negro no próximo mês, uma vez que não precisa mais dos portos ucranianos para exportar amônia, disse um diplomata ucraniano sênior.

As Nações Unidas e a Turquia intermediaram a Iniciativa de Grãos do Mar Negro com Moscou e Kiev em julho passado para ajudar a enfrentar uma crise alimentar global agravada pela invasão russa do país vizinho e um bloqueio dos portos ucranianos do Mar Negro.

Moscou ameaçou não estender o acordo além de 18 de julho, a menos que uma série de exigências, incluindo a remoção de obstáculos às exportações russas de grãos e fertilizantes, sejam atendidas.

O acordo de exportação do Mar Negro também permite a exportação segura de amônia — um ingrediente importante no fertilizante à base de nitrato –, mas nenhuma carga foi embarcada sob a iniciativa.

A Rússia tem pressionado pela retomada do fornecimento de amônia por meio de um duto que atravessa a Ucrânia até o porto de Odesa, no Mar Negro, que está inativo desde o ano passado.

Olha Trofimtseva, embaixadora geral do Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia, disse que a produtora russa de amônia Uralchem ​​encontrou uma rota alternativa e não precisa exportar amônia via Odesa.

“O corredor de grãos. 99,9% que a Rússia o deixará em julho”, disse Trofimtseva no aplicativo de mensagens Telegram na noite de quarta-feira.

O CEO da Uralchem, Dmitry Konyaev, disse no mês passado que um terminal especializado de amônia, cuja primeira etapa de construção deve ser concluída na Península de Taman, na Rússia, até o final de 2023, poderia substituir o duto até Odesa.

O ministro da Agricultura ucraniano, Mykola Solsky, disse neste mês que Kiev tem um Plano B se a Rússia decidir abandonar o acordo do Mar Negro.

Ele disse que o governo criou um fundo de seguro especial de cerca de 547 milhões de dólares para empresas com navios que poderiam chegar aos portos ucranianos do Mar Negro sob um novo acordo.

A Ucrânia também disse que pode exportar grãos por meio de seus pequenos portos fluviais do Danúbio, bem como por meio de sua fronteira ocidental com a União Europeia.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site protegido contra cópia de conteúdo

Assine e descubra as notícias em primeira mão

O Tempo & Dinheiro tem o melhor custo benefício para você

AO VIVO: Acompanhe as principais notícias do dia na Record News

PRÓS E CONTRAS - 03/05/2023

JORNAL DA MANHÃ - 18/05/2023

VTV SBT - Ao vivo 24h